Bright Consulting lança whitepapers S.M.A.R.T.

26/09/2018 – Em cenário mundial de imprevisibilidade da indústria automotiva, marcada por  movimentos disruptivos que denotam preocupação dos executivos, em relação à hibridização, eletrificação, veículos conectados, ampliação dos serviços de mobilidade e até mesmo o advento de carros que dispensam motoristas, a Bright Consulting acaba de lançar uma série de whitepapers denominada S.M.A.R.T. – Smart, Specific, Measurable, Achievable, Relevant, Time Bound -, conceito global que traz respostas e uma estrutura de argumentos em torno das mudanças que impactam o setor automotivo. “Quando estas novas tecnologias estarão disponíveis?”, “Qual o impacto no Brasil?”, “Qual o efeito sobre meus clientes e meus concorrentes diretos?”, “Como minha empresa pode se preparar melhor para aproveitar essas novas tendências?”.

Estas são as grandes questões setoriais da atualidade e os whitepapers S.M.A.R.T. trazem uma descrição da inovação, seus principais fundamentos, quais são os movimentos dos principais atores e qual a direção mais provável destes movimentos no mercado brasileiro.

A Bright Consulting desenvolve produtos e serviços com foco nas grandes transformações do mercado e da indústria, tendo como proposta de valor minimizar os riscos associados ao processo decisório de seus clientes, por meio de serviços de inteligência competitiva confiáveis, assertivos e atualizados.

Com mais de 20 anos de serviços de consultoria e seus sócios-titulares há mais de 40 anos na indústria automotiva nacional e internacional, a Bright Consulting traz uma nova visão em inteligência competitiva para o Brasil ao incorporar metodologias aos seus produtos e serviços que possibilitam a identificação de movimentos disruptivos e tendências de mercado que permitem mais assertividade na execução das estratégias das empresas.

Ao reunir experiência global a um alto nível de especialização no Brasil e região, a Bright pode traduzir com precisão os impactos que os desafios da revolução tecnológica e de consumo do automóvel trarão para os negócios dos nossos clientes. A Bright Consulting norteia sua metodologia de trabalho no desenvolvimento de tecnologias BIG DATA, DATA FUSION e AI (inteligência artificial) que, com maior granularidade, possibilitam a identificação de particularidades de mercado que os modelos padrão em uso não conseguem reconhecer.

Os whitepapers têm o objetivo de ajudar as organizações a entender como o amplo espectro de tecnologias moldará o futuro dos veículos e como beneficiarão e impactarão consumidores e corporações no futuro. O conteúdo foi projetado para ajudar especialistas das corporações e legisladores em seus esforços para medir como os movimentos disruptivos impactarão o setor automobilístico, a infraestrutura e, consequentemente, o mercado de veículos leves em no Brasil.

Por Redação Poupa Motors

Ford Ka evolui em segurança nos testes da Latin NCAP

26/09/2018 – Em novos de teste de colisão do Latin NCAP, o Ford Ka recebeu a classificação de três estrelas na proteção para adultos e quatro estrelas na proteção para crianças. Os resultados foram divulgados no último dia 20. De acordo com a montadora, o modelo recebeu reforços adicionais na carroceria, com ampliação da espessura das chapas em até 1,2 mm, e a aplicação de aços especiais de alta resistência em áreas críticas, como pilares, portas e teto para aumentar a rigidez torsional e o desempenho em colisões.

Ainda segundo a Ford, o resultado mostra uma clara evolução em relação aos testes realizados no ano passado, quando a entidade introduziu critérios mais rigorosos na avaliação dos veículos.

A versão avaliada pelo Latin NCAP foi a de entrada SE, com dois airbags, freios ABS e ganchos Isofix para cadeiras infantis. Outras versões do Ka trazem equipamentos adicionais de segurança que elevam o padrão dos carros de entrada: a Titanium e a FreeStyle, por exemplo, são as únicas entre os principais concorrentes a vir com seis airbags, além de controle eletrônico de estabilidade e tração.

Outro recurso exclusivo do Ka, oferecido com a central multimídia SYNC 3 desde a versão SE Plus, é a Assistência de Emergência. Em caso de acidente com abertura dos airbags ou acionamento do corte de combustível, ela faz uma ligação automática para o serviço de atendimento médico de urgência, SAMU, por meio de um celular pareado.

“A Ford sempre atendeu ou superou todos os requisitos legais de segurança com seus veículos, em sintonia com as necessidades dos consumidores”, diz Alex Machado, diretor de desenvolvimento do produto da Ford América do Sul. “Os novos requisitos do Latin NCAP contribuem para o processo de evolução contínua e aprimoramento da cultura de segurança de todo o mercado.”

fonte: AutoIndústria

Linha 2019 do VW Jetta traz traços esportivos

26/09/2018 – Importado do México, o sedã Jetta 2019 foi apresentado pela Volkswagen no último dia 20. Em nova geração, o modelo, fabricado sobre a mesma plataforma do Golf, é oferecido apenas com motor 1.4 TSI flex de 150 cavalos, fabricado em São Carlos (SP), e acoplado à transmissão automática de seis velocidades. Vendido em duas versões de acabamento – Comfortline 250 TSI e R-Line 250 TSI, que custam, respectivamente, R$ 110 mil e R$ 120 mil -, terá como opcional apenas o teto solar e chega às concessionárias da marca em outubro.

A engenharia da Volkswagen tratou de tirar do Jetta o ar conservador das gerações anteriores. Na verdade, se não chega a ser uma ruptura com o passado, como aconteceu com a atual geração do seu concorrente direto Honda Civic, suas linhas sugerem  agora bem mais esportividade do que, por exemplo, seu irmão menor fabricado em São Bernardo do Campo, o Virtus.

É enfatizando esse perfil mais jovial e o elevado nível de recursos de série, sejam de conforto ou segurança, que a Volkswagen pretende ver crescer as vendas do modelo, que teve apenas 2,8 mil unidades emplacadas de janeiro a agosto, participação de 3% e a sexta colocação entre sedãs médios, segundo aponta a Fenabrave.

O histórico líder do segmento é o Toyota Corolla, que superou 38 mil emplacamentos nos oito primeiros meses de 2018 e abocanhou fatia de 40%, muito à frente do segundo colocado Honda Civic, com 17,5 mil unidades negociadas e 18,6% das vendas. A diferença é gritante: o Corolla vende em um mês o que o Jetta somou em oito.

fonte: AutoIndústria

Toyota já contratou 906 funcionários

18/09/2018 – Do total de 965 novos postos de trabalho programados para a implantação do terceiro turno nas fábricas de Sorocaba e Porto Feliz, ambas no interior de São Paulo, a Toyota já contratou 906 funcionário e outros 59 serão efetivados até o próximo dia 20.

O projeto de ampliação da produção de veículos em Sorocaba, onde são produzidos Etios e Yaris, e a de motores em Porto Feliz foi anunciado em maio e desde então a empresa vem se preparando para operar a plena carga nas duas fábricas já a partir do último bimestre deste ano. No primeiro caso, o aumento da oferta será concentrado no novo modelo da marca, o Yaris, que tem tido boa aceitação interna e também será exportado para a Argentina e outros países da região.

Na semana passada, a empresa confirmou ter antecipado de 1º de novembro para 22 de outubro o início do terceiro turno em Sorocaba. A medida, segundo a montadora, “tem por objetivo simular a operação em três períodos e identificar potenciais situações de interferência nas movimentações de materiais, equipamentos, veículos e pessoas, que podem gerar atrasos na efetiva implantação do novo esquema de trabalho a partir do mês seguinte”.

Das 906 contratações já efetivadas, 692 foram em Sorocaba (no total serão 636) e 214 em Porto Feliz (total de 229). Só falta, portanto, a efetivação de mais 44 e 15 trabalhadores, respectivamente. A montadora informa que só mesmo a partir de novembro é que o volume de produção será efetivamente ampliado. A capacidade anual do complexo industrial de Sorocaba subirá de 108 mil para 160 mil veículos por ano.

As contratações em Sorocaba estão dentro do previsto inicialmente pela Toyota e as de Porto Feliz até superaram a expectativa inicial, que era de 130 novos empregos. A partir de um aporte em curso de R$ 600 milhões, a fábrica de motores do interior paulista terá capacidade duplicada. Lá são feitos os motores flex fuel e a gasolina Dual VVTi, de 1.3L e 1.5L, que equipam Etios e Yaris.

 

fonte: AutoIndústria

Adeus VW New Beetle

Por Redação AutoIndústria

18/09/2018 – A terceira geração do modelo mais famoso da Volkswagen sairá de linha, admite a montadora. No entanto, há alguma possibilidade de retorno, mas em formato e com propósito totalmente diversos. Herbert Diess, CEO da Volkswagen, não descartou ressuscitá-lo mais uma vez como um elétrico.

Hinrich Woebcken, responsável pela empresa nas Américas,  entretanto, assegurou que, de qualquer forma, não há planos imediatos. A estratégia para o mercado norte-americano, afirmou Woebcken, é oferecer carros mais voltados para a família, ou seja, nada a ver com o conceito do tão cultuado besouro.

Vale lembrar que o próprio New Beetle foi criado no fim dos anos 90 como um resgate do lendário modelo nascido das pranchetas e desenhos de Ferdinand Porsche na década de 30 como o “Carro do Povo”.

O New Beetle será aposentado após ter cerca de 500 mil unidades vendidas em todo o mundo desde seu lançamento em 1998. Antes disso, porém, ganhará as versões especiais Final Edition SE e Final Edition SEL.

Puebla é a única fábrica da montadora a produzir o New Beetle, mas paulatinamente a Volkswagen vem reduzindo sua distribuição mundo afora. A montadora, na verdade, tem se rendido à demanda e evolução dos utilitários esportivos.

Grupo em alta – Se as vendas do New Beetle têm encolhido também por conta da desaceleração da oferta na Europa e em outros mercado, o Grupo Volkswagen não tem do que reclamar de seu desempenho como um todo. De janeiro a agosto, as oito marcas de automóveis e caminhões da empresa somaram mais de 7,3 milhões de unidades vendidas em todo o mundo, 7,5% a mais do que em igual período do ano passado. Só em agosto foram 875 mil.

A empresa credita o bom resultado sobretudo ao mercado europeu, onde vendeu 3,1 milhões de unidades no período, 9,9% a mais na comparação anual, e ao chinês, que absorveu outros 2,6 milhões de veículos das diversas marcas do conglomerado, crescimento de 6,7%.  As vendas na América do Norte, ao contrário, recuaram 0,2% no ano, para 631 mil unidades, muito em decorrência do mercado mexicano.

Se em números absolutos o desempenho da América do Sul tem peso muito menor do que os da Europa e China, proporcionalmente é a região de crescimento mais expressivo. Nos oito primeiros meses do ano, as vendas regionais cresceram 13,3% e superaram 387 mil veículos. Só o Brasil respondeu por 249 mil unidades, 26% a mais.

Nissan fecha parceria com o Instituto Europeo de Design de São Paulo

Por Redação Poupa Motors

18/09/2018 – Com o objetivo de facilitar o acesso de alunos ao curso de Design Automotivo, promovido pelo Instituto Europeo de Design de São Paulo (IED SP), a Nissan acaba de fechar parceria com instituição. Trata-se da primeira vez na história do IED no Brasil que uma fabricante de automóveis oferece esse tipo de oportunidade a estudantes que não têm condições de custear 100% o curso. A parceria também vai permitir a abertura de mais vagas, dando a chance de mais pessoas terem acesso ao programa.

“É muito importante conectar a Nissan às novas gerações. Por isso, estamos investindo nosso expertise e recursos para encontrar os futuros designers automotivos do Brasil e ajudá-los a desenvolverem toda a sua criatividade e habilidade. Por meio desta parceria com o IED SP, a Nissan pretende contribuir para o futuro do design brasileiro”, disse John Sahs, chefe do Estúdio Satélite de Design da Nissan no Brasil, responsável também pelos projetos da marca na América Latina.

O curso de Design Automotivo – que tem a duração de um ano, com as aulas ministradas em fins de semana alternados – é voltado para designers e outros profissionais que queiram ampliar seus conhecimentos sobre design automotivo e ingressar na área. O programa inclui um módulo internacional de uma semana em Turim, na Itália, um dos principais berços do design automotivo no mundo.

Os temas a serem abordados no curso serão integrados ao universo da Nissan, como investigação e pesquisa, desafios atuais da marca japonesa, além de workshops, seminários e mesas redondas com os profissionais da Nissan no Brasil e no mundo.

A cada final de semestre os alunos serão desafiados a criarem um projeto direcionado à Nissan, o que dá a eles a oportunidade de vivenciar a criação de um novo carro e o integrarem ao seu portfólio pessoal. Além do contato direto com a realidade do mercado em sala de aula e laboratórios, os alunos do curso poderão concorrer a uma vaga de estágio no Estúdio Satélite de Design da Nissan no Brasil.

Inscrições – A turma é formada por 15 alunos e as inscrições tiveram início dia 12/09 e vão até 23/09.  A seleção dos alunos, que serão contemplados com os descontos, que variam de 20% a 50% do valor das mensalidades, será feita em conjunto pelo Nissan Design Studio e pelo IED SP, por meio da análise do portfólio e do Imposto de Renda do estudante. Todos os interessados no curso também devem incluir em suas inscrições uma carta na qual eles descrevem o que os levou a querer participar desse programa.

Um bate-papo com Fernando Morita, do IED SP, e John Sahs, da Nissan, para a apresentação do conteúdo e esclarecimento de dúvidas sobre o curso está agendado para o dia 22 de setembro (sábado). O encontro vai acontecer das 15h às 17h na sede do IED em São Paulo (Rua Maranhão, 617, Higienópolis, CEP: 01240-001).

As aulas estão programadas para terem início no dia 20 de outubro. Mais informações estão disponíveis no site do IED SP: https://ied.edu.br/

Equinox 2019 vem com detector de pedestre

14/09/2018 – A linha Premium 2019 do Equinox, utilitário esportivo da Chevrolet, chega com detector de pedestre e auxílio de frenagem. O detector de pedestre fica no alto do para-brisas e, quando identifica o risco de acidente, o sistema emite alertas por sons, vibração nos bancos ou sinais luminosos e aciona os freios automaticamente. Funciona em velocidades entre 8 km/h e 80 km/h.

O carro é equipado com motor turbo 2.0 litros, de 263 cavalos, tração nas quatro rodas e transmissão automática de nove velocidades. A linha 2019 chega às concessionárias neste mês, ofertado também no modelo LT, que não teve nenhuma mudança. com cinco opções de cores: vermelho, preto, cinza, branco e prata.

O SUV tem 4,65 metros de comprimento, 1,84 m de largura e entre-eixos de 2.72 m e a montadora dá três anos de garantia.

 

fonte: AutoInforme

Mercedes-Benz revela o Vision Urbanetic, o comercial leve do futuro

14/09/2018 – Unidade de vans da Mercedes-Benz apresentou um conceito inédito de mobilidade que alia compartilhamento do transporte de pessoas ou de mercadorias com base em propulsão elétrica e tecnologias autônomas. O modelo chamado Vision Urbanetic foi revelado durante evento realizado em Copenhagen, na Dinamarca.

A ideia se baseou em um chassi que permite receber diferentes carrocerias a depender do propósito de uso, com capacidade para acomodar até 12 passageiros ou espaço para até dez pallets de carga. Os módulos são substituídos por meio de processo automatizado em apenas alguns minutos. A plataforma incorpora todas funções de direção, o que significa que o chassi pode chegar ao local de destino sem a carroceria acoplada.

Conectado em rede, o sistema do veículo não só avalia as informações locais como pode aprender com elas, permitindo se antecipar e reagir a necessidades futuras. A tecnologia pode, por exemplo, capturar os dados de um sistema de controle de trânsito para identificar uma multidão de pessoas reunidas em determinada área, como um show. A partir daí o operador poderá enviar veículos para atender à demanda pelo transporte.

O objetivo da Mercedes-Benz com o Vision Urbanetic é oferecer transporte a mais pessoas e mercadorias em uma infraestrutura praticamente inalterada. O resultado traria redução de veículos nas ruas e, consequentemente, menos poluição e ruído.

fonte: AutoIndústria

Volvo mostra sistema de transporte de carga autônomo

14/09/2018 – O Grupo Volvo apresentou mais uma ousada solução de sistema de transporte de mercadorias seguro e eficiente, inicialmente para curtas distâncias, durante a Conferência de Inovação do Grupo em Berlim, na Alemanha, no último dia 12.

Em síntese, a ideia é que veículos elétricos autônomos sejam controlados remotamente por uma central, que monitorará parâmetros diversos, como localização, carga física e carga da bateria de cada veículo. Os dados serão utilizados para garantir que o fluxo das mercadorias e dos veículos seja os mais eficiente possível.

“Este é mais um resultado das soluções inovadoras com as quais estamos trabalhando nos cenários de automação, eletro mobilidade e conectividade”, afirmou Lars Stenqvist, diretor de tecnologia do Grupo Volvo, que enfatiza que a solução teria aplicações sobretudo dentro de complexos industriais  ou portos.

O novo sistema de transporte deverá ser desenvolvido em cooperação com clientes da montadora, que também apresentou no mesmo evento a segunda geração de protótipo carregadeira elétrica compacta.

Para saber mais, acesse este vídeo.

 

fonte: AutoIndústria

Caoa Chery registra recorde de vendas em agosto

12/09/2018 – Ao completar quatro anos desde a inauguração da fábrica de Jacareí (SP), a Caoa Chery, registrou pela primeira vez volume de vendas acima das 1 mil unidades mensais. Conforme mostra os dados estatísticos da Abeifa, no mês passado, os licenciamentos dos modelos da marca somaram 1.054 veículos dentre importados e de produção nacional, o que representou crescimentos de 45% em relação a julho, com 727 unidades, e de 121% na comparação com o agosto de 2017, quando os emplacamentos chegaram a 475 unidades.

Nos oito primeiros meses do ano, a fabricante acumula 4.047 veículos negociados, alta de 83% na comparação com a soma das vendas do mesmo período do ano passado de 2.211 unidades.

A companhia atribui o avanço no desempenho à boa aceitação do consumidor pelo utilitário esportivo Tiggo 2, o mais recente lançamento da empresa, além do fortalecimento da marca no mercado de automóveis do País após a Caoa adquirir 50% da operação brasileira da fabricante chinesa, em novembro de 2017.

fonte: AutoIndústria